OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

sexta-feira, 10 de março de 2017

Goiânia terá o primeiro prédio com elevador de carros do Centro-Oeste.

Skydrive, que irá transportar veículos para dentro de cada apartamento, será instalado na torre Victoria Living Desire do Parque Arquitetônico, no Setor Marista
Do Mais Goiás, em Goiânia | Postado em: 09/03/2017 às 14:17:52
Goiânia terá o primeiro prédio com elevador de carros do Centro-Oeste
Apartamento do edifício de luxo Hamilton Scotts, em Cingapura. (Foto: Reprodução)


As incorporadoras GPL, Terral e Town estão prestes a inaugurar um novo momento para o mercado imobiliário de alto padrão em Goiás. A obra do Victoria Living Desire, primeira torre do Parque Arquitetônico Privativo, empreendimento realizado em conjunto pelas empresas no setor Marista, já está preparada para receber a implantação do skydrive ou elevador para transporte de veículos para dentro do apartamento.

O equipamento da Atlas Schindler será instalado ainda neste mês março e será responsável por transportar os veículos dos moradores a partir do subsolo até uma garagem localizada em cada andar do residencial, que possui 31 pavimentos. O modelo do skydrive terá capacidade para conduzir até 2,5 toneladas.
De acordo com o engenheiro responsável pela obra, André Janio Diniz, toda a parte estrutural para receber o elevador já está construída, faltando apenas a montagem das peças para colocar o equipamento em funcionamento já em abril. “Toda nossa equipe foi preparada para realizar os procedimentos necessários para que o elevador seja instalado com segurança, obedecendo a todas as normas técnicas previstas. Já fizemos o fosso para a passagem do elevador, a casa de máquinas e concluímos toda a parte elétrica (específica para atender este tipo de elevador). Em março, iniciaremos, junto à empresa de instalação, a Atlas Schindler, a montagem do skydrive”, esclarece.
Fosso para a passagem do elevador já está pronto. (Foto: Divulgação)
O diretor da GPL, Guilherme Pinheiro de Lima, ressaltou que a montagem do elevador será um grande marco para o setor da construção civil de Goiás, levando o Estado ao mesmo patamar de grandes e modernos centros urbanos como Singapura, Miami e Nova Iorque. “Por mais de três anos, estudamos minuciosamente os detalhes deste empreendimento para inovar e superar os anseios de um público mais exigente que consome produtos que absorvem tendências, tecnologias e o contexto de uma época, onde conforto e segurança são essenciais. Tenho certeza que Goiás terá mais esse reconhecimento, o de inovação no setor imobiliário”, afirma Guilherme.
Segurança
Por mais que o elevador, de um modo geral, seja considerado por especialistas como o transporte mais seguro do mundo, as incorporadoras não pouparam esforços para garantir ainda mais a segurança do equipamento. O dispositivo contará com um sistema que irá monitorar a entrada e saída do veículo, permitindo o fechamento das portas apenas após a sua completa passagem e monitorado por sensores em todo o equipamento. Somente os veículos cadastrados terão acesso ao elevador.
Curiosidade sobre o skydrive:
– A operação do elevador será pelo próprio usuário de forma biométrica;
– Entrada do veículo na cabine será de frente, tendo como referência faixas reflexivas e sensores de posicionamento;
– Sinalização no interior da cabine com cores verdes/vermelhas indicarão que o veículo está na posição adequada ou não para início de viagem;
– Ao posicionar o veículo no interior da cabine, recomenda-se desligar o motor do mesmo para reduzir emissão de gases;
– A saída da cabina será de marcha a ré;
– Caso o veículo não seja retirado do interior da cabina após a viagem até o andar de destino o elevador acionará um alarme na portaria do condomínio;
– Enquanto o veículo permanecer no interior da cabine o elevador não atenderá a outro chamado.

Maquete do empreendimento localizado no Setor Marista, em Goiânia. (Foto: Divulgação)
Fonte:Reprodução/Mais Goiás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário