OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

sábado, 20 de maio de 2017

61ª Zona Eleitoral poderá ser extinta e Cartório Eleitoral de Vianópolis poderá ser fechado.

O Tribunal Superior Eleitoral publicou na última terça-feira, 16, a regulamentação que trata sobre a extinção de zonas eleitorais no interior dos Estados, observando critérios gerais e demográficos.
A regulamentação poderá culminar com a extinção da 61ª Zona Eleitoral e o fechamento do Cartório Eleitoral de Vianópolis. Com isso, os eleitores de nosso município passariam a pertencer a outra zona eleitoral, podendo ser a Ipameri ou Catalão.

O objetivo do Tribunal Superior Eleitoral é reduzir gastos.
No entanto, a decisão do TSE não conta com o apoio de autoridades políticas, de juízes e do Sindicato dos Servidores da Justiça Eleitoral.
Uma mobilização deve ser feita para reverter a situação e manter as atuais zonas eleitorais em funcionamento, evitando o rezoneamento proposto pelo TSE.
A medida foi recebida com receio no meio jurídico, por conta do risco de que algumas zonas acumulem municípios demais e fiquem sobrecarregadas.
Pela regra atual, algumas zonas eleitorais já se queixam do excesso de processos julgados a cada pleito, além de pequeno número de servidores para atender a demanda.
Um exemplo desse fato é que para a realização do recadastramento eleitoral, muitos cartórios eleitorais tiveram que recorrer às prefeituras para cederem servidores, uma vez que o Tribunal Superior Eleitoral ainda não autorizou a contratação de pessoal para auxiliar no recadastramento.
Se realmete houver as mudanças desejadas pelo TSE, a zona eleitoral de Silvânia continuará funcionando e além de Gameleira de Goiás, passará a acampar as zonas eleitorais de Bonfinópolis e Leopoldo de Bulhões, que seriam extintas.
Existe a possibilidade da Zona Eleitoral de Vianópolis continuar em funcionamento e passaria, além de São Miguel do Passa Quatro, ter sob sua jurisdição também a cidade de Orizona.
Assim, funcionariam as zonas eleitorais de Silvânia, Vianópolis, Pires do Rio, Ipameri e Catalão. Nas demais cidades, as zonas eleitorais seriam extintas e os eleitores teriam seus títulos pertencentes às zonas eleitorais destas cinco cidades.
O chefe do Cartório Eleitoral de Vianópolis, Guilherme Batista Matia,s foi entrevistado por nossa reportagem e falou que juízes, servidores da justiça eleitoral e autoridades políticas estão se movimentando no sentido de evitar a extinção de zonas eleitorais em Goiás.
Fonte:Reprodução/Correspondente Vianopolino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário