OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

terça-feira, 6 de junho de 2017

Discussão de trânsito nesta terça-feira, 06/06/2017, em Silvânia, com ameaça com uso de facão, de uma das partes.

Policiais Militares lotados na 47°CIPM, de Silvânia, na viatura 8939, em equipe composta pelo Sargento Walter e Sargento Castro, foram acionados pelo Cabo Teodoro, no COPOM, às 17h 04min, desta terça-feira, 06/06/2017, e se deslocaram até a GO-139, em frente ao Aprendizado Marista Padre Lancisio, na entrada da cidade de Silvânia, onde foram informados pelo solicitante que quando transitava pela Avenida Dom Bosco, em Silvânia, conduzindo um ônibus, com
destino ao Aprendizado, para buscar alunos, na altura do Estádio Caixetão, ultrapassou um caminhão com adesivos da AGETOP, ao chegar no Aprendizado, o motorista do referido caminhão que vinha logo atrás desceu do veículo e veio em sua direção com uma arma branca (do tipo facão) nas mãos, dizendo que o motorista do ônibus havia lhe fechado no trânsito.
O solicitante, com medo da situação, pegou uma pedra para se defender, e no auge da discussão, atirou a pedra em direção do motorista do caminhão, onde a mesma veio a atingir o para-choque do caminhão.
Como o motorista do caminhão já havia se evadido do local, a equipe orientou o motorista do ônibus a procurar a Delegacia de Polícia Civil de Silvânia, para procedimentos cabíveis.
Nota da redação do Blog Olhar Cidadão Silvaniense:O boato de que o Aprendizado Marista Padre Lancisio, teria sido roubado, correu pelas redes sociais na tarde desta terça-feira, momentos depois do fato ocorrido na notícia descrita acima.
A exemplo do que aconteceu na penúltima quarta-feira, quando uma tentativa de roubo a mão armada a residência de um empresário aconteceu, onde os autores foram cercados na área da antiga Itambé, ao lado do presídio, provavelmente, alguém que passou pelo local deduziu que presos haviam fugido da Unidade Prisional de Silvânia, e divulgou a informação erroneamente, sem consultar a verdade, nas redes sociais, e o boato viralizou.
É preciso ter mais consciência ao divulgar informações, situações como essas podem desencadear problemas sérios, e com graves consequências, como pânico em moradores das imediações, pânico em alunos, mobilização de recursos Policiais sem necessidade, comprometendo a segurança na cidade, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário