OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

quarta-feira, 2 de maio de 2018

ATUALIZAÇÃO:Polícia Civil descobre que loja de Vianópolis estava recebendo celulares comprados de forma fraudulenta.

O Delegado de Vianópolis recebeu, via e-mail, denúncia de uma comerciante residente no Estado da Bahia, que sua conta fora invadida por hackers, uma vez que ela havia efetuado o pagamento de boleto de uma grande quantidade de medicamentos, mas recebeu um comunicado que os aparelhos celulares adquiridos seriam entregues em um endereço que não era o dela, mas sim na cidade de Vianópolis.

Após investigações, o Delegado de Polícia de Vianópolis, Marcus Vinicius da Costa Júnior descobriu que os aparelhos haviam sido entregues em uma loja de celulares de nossa cidade.
Em seguida, ele efetuou a apreensão inicialmente de onze aparelhos de última geração, sendo alguns, iPhone.
Na loja que foi aberta recentemente, ele descobriu que outros aparelhos já haviam sido recebidos e , posteriormente, levados por um homem para outra cidade.
Na loja, não foi encontrado nenhum aparelho à venda, apenas alguns carregadores e acessórios para celulares.
A loja Jander Celulares que fica na Rua Dom Bosco, antes da Praça João Batista Gomes(Setor Ferreira Santos), tem em sua fachada dizeres que vende Eletrônicos e Acessórios.
No entanto, ficava grande parte do dia fechada.
Dias depois da apreensão da primeira remessa de aparelhos, outros 82 aparelhos foram apreendidos.
No total, 93 celulares foram apreendidos, avaliados em cerca de R$ 200.000,00.
O Delegado Marcus Vinicius da Costa Júnior apurou que o imóvel foi alugado e a empregada contratada, por um homem que informou se chamar Fernando, residente em outra cidade.
Desta maneira, tanto o proprietário do imóvel, quando a empregada, não tem nenhum envolvimento com o ocorrido.
Assim sendo, a loja era de fachada, apenas para receber os aparelhos adquiridos de forma fraudulenta.
E o homem que se identificou como Fernando jamais buscou os aparelhos, mas sim outras pessoas enviadas por ele.
Após entrar em contato com a Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos, o Delegado de Vianópolis descobriu que as compras eram feitas de forma fraudulenta e após pegar os aparelhos, os responsáveis pelo golpe os revendiam através da internet ou mesmo em suas residências, com preços abaixo dos praticados no mercado.
Segundo o Delegado, o mais certo é que os estelionatários faziam as compras dos aparelhos, emitiam um boleto e de forma ardil, após invadir as contas na internet, alteravam os códigos de barra.
Assim, as vítimas achavam que estavam pagando as contas que fizeram, mas, na verdade, estavam adquirindo aparelhos celulares para os criminosos.
Desta maneira, as mercadorias eram compradas em lojas virtuais e o endereço de entrega era na Rua Dom Bosco, centro de Vianópolis.
No total, 76 pessoas de diversos estados brasileiros, foram vítimas dos criminosos.
Pelo que nossa reportagem apurou até agora, nenhuma pessoa de Vianópolis foi vítima.

thumbnail (5)
thumbnail (3)
Fonte:Reprodução/Correspondente Vianopolino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário