OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

terça-feira, 5 de junho de 2018

Criança atropelada na Avenida Dom Bosco, acima da faixa de pedestres na altura do Colégio Instituto Auxiliadora, em Silvânia, no final da tarde desta segunda-feira, 04/06/2018.

Uma criança foi atropelada por volta das 17h 30min, desta segunda-feira, 04/06/2018, na Avenida Dom Bosco, acima da faixa de pedestres em frente ao Colégio Instituto Auxiliadora, em Silvânia.

O atropelamento teria ocorrido no momento em que a criança atravessava a avenida fora da faixa de pedestres próximo a esquina com a Rua 3 (Bairro Pedrinhas).

A vítima teria sido socorrida por populares e encaminhada para o Pronto Socorro do Hospital Nosso Senhor do Bonfim, localizado a algumas dezenas de metros do local do acidente, apresentando sangramento, passou por avaliação médica, sendo encaminhada para a Região Metropolitana de Goiânia, para atendimento médico especializado.

Mesmo tendo uma Secretaria Municipal de Trânsito, Silvânia sofre com problemas graves no trânsito sem que medidas sejam tomadas para resolução.

Leis que impactam o urbanismo e o trânsito da cidade são aprovadas indiscriminadamente desrespeitando critérios técnicos (veja recente aprovação por parte da Câmara Municipal de Silvânia, de projeto de autoria do Executivo, que doou área pública localizada em frente ao Forum, para a OAB, o que deverá provocar grande impacto no trânsito na principal avenida da cidade e adjacências).

No caso específico do acidente que vitimou a criança na tarde desta segunda-feira, o fato revela uma situação preocupante, uma vez que audiência pública já foi realizada para discutir a entrada e saída de alunos do Colégio Instituto Auxiliadora e o seu impacto no trânsito da Avenida Dom Bosco, porém, nada foi efetivamente solucionado.

Imaginemos um outro acesso para alunos pelo fundos da instituição educacional na Avenida Padre Leandro Caliman, onde haveria uma entrada e uma saída cada uma com um portão de correr de cinco metros cada uma, possibilitando inclusive a entrada de vans e ônibus de forma ordenada, a exemplo do que acontece no Colégio Marista, da Avenida 85, em Goiânia, porém, em Silvânia, as vaidades e os interesses particulares sempre atrapalharam o progresso ordenado do município.
PRIMEIRO, VOCÊ VÊ AQUI!
Depois...


BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

REPRODUÇÕES SÃO AUTORIZADAS DESDE QUE A FONTE DAS INFORMAÇÕES SEJA DIVULGADA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário