OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

domingo, 15 de julho de 2018

ATUALIZAÇÃO:Integrantes de quadrilha que explodiu caixa eletrônico em Goiânia é presa.

Cinco suspeitos de integrar uma quadrilha que seria especializada em roubos de veículos e explosões de caixas eletrônicos foram presos por policiais militares das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) no final da tarde deste sábado (14), em Aparecida de Goiânia, na região Metropolitana de Goiânia.

Um sexto integrante do bando está internado com uma bala alojada na cabeça, e outros dois, que teriam participado do ataque à agência do Banco do Brasil da Avenida T-7, no Setor Bueno, já foram identificados.

Lucas Borges de Lima Moura, de 20 anos, Américo Gabriel de Oliveira Santos, de 18 anos, Igor Luiz Gonçalves de Oliveira, de 24 anos, Marco Antônio Pires Jubé Filho, de 22 anos, Victor da Costa Lima, de 21 anos, e uma adolescente de 16 anos foram localizados no Setor Buriti Sereno. Todos eles, segundo a Polícia Militar, possuem ramificação com a facção criminosa paulista Primeiro Comando da Capital (PCC).

Nas casas em que os cinco jovens e a adolescente estavam, as equipes de Rotam apreenderam uma pistola de uso restrito, calibre Nove Milímetros, e dois veículos roubados, uma S-10, e um Gol, que já estavam com as placas clonadas, além de um Renault Duster, também furtado, e que já havia sido desmanchado.

“A parte deles na quadrilha era a de roubar os carros, trocar as placas, e fornecer veículos, e também as armas e explosivos para os ataques a caixas eletrônicos”, relatou o tenente Oliveira, da Rotam. Nos próximos dias, os criminosos, ainda segundo o oficial da Rotam, atacariam agências bancárias em Aragoiânia, e no Distrito Federal.

Dos três assaltantes que explodiram caixas eletrônicos do BB da Avenida T-7 nesta madrugada, dois já foram identificados, e Artur Miguel Damasceno acabou baleado na cabeça por um policial civil que presenciou a explosão e trocou tiros com os criminosos.
Assaltante baleado durante ação da quadrilha foi abandonado ferido pelos comparsas
(Foto: Divulgação)
Artur foi abandonado pelos comparsas no Setor Nova Suíça, e encontra-se internado em estado grave no Hugo. O veículo usado pelo trio foi abandonado na perto da Avenida T-9, na Vila Bela, em Goiânia. “Prender os outros dois é uma questão de pouco tempo”, afirmou o tenente Oliveira.

Com informações de Mais Goiás.

Fonte:Reprodução/Anápolis Notícias Urgentes.
BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário