OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Homem é baleado por membros do Comando Vermelho no Setor Cândida de Morais, em Goiânia.

Três suspeitos do assassinato foram presos momentos depois do crime com duas armas de uso restrito das Forças Armadas, no Jardim Guanabara


Um homem de 34 anos foi baleado e morto na porta de um petshop, no cruzamento das ruas CM-9 e CM-6 no Setor Cândida de Morais, na região Noroeste de Goiânia no final da manhã desta segunda-feira (9). Conforme relatos de testemunhas à Polícia Militar, o homem, Elvis Presley de Jesus, estava dentro de seu veículo quando foi abordado.
Ao chegar ao local, por volta das 11h50, o Corpo de Bombeiros constatou que o homem já estava morto por diversos ferimentos à bala. Uma equipe da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) e do Instituto Médico Legal (IML) estão no local para investigar as circunstâncias do ocorrido.
Por meio de sua assessoria de imprensa, a Polícia Civil informou que, conforme testemunhas, a vítima saiu do petshop e entrou em seu carro, um Corolla preto. Um outro veículo de cor clara, identificado como um Chevrolet Cruze se aproximou da vítima e efetuou vários disparos.
Ao ouvirem o som dos tiros, pessoas próximas ao local do homicídio se aproximaram e viram o homem desacordado em seu veículo e, então, acionaram o Corpo de Bombeiros. Segundo a Polícia Civil, não foi possível identificar quantas pessoas estavam no carro do qual saíram os disparos e nem a identidade dos suspeitos.

Prisão

Após a morte de Elvis Presley, equipes do 9° Batalhão da Polícia Militar foram informados de que os suspeitos teriam fugido rumo à Perimetral Norte. De acordo com o tenente Leonardo Ramos, um veículo com características semelhantes às informadas na ocorrência foi identificado e, na tentativa de abordagem, os suspeitos fugiram.
Houve uma perseguição e a equipe do 9° BPM conseguiu prender três suspeitos, que não tiveram a identidade revelada, mas que estavam em posse de uma pistola .40 e uma submetralhadora. A prisão aconteceu por volta das 12h40 no Jardim Guanabara, na região Norte da capital.
“Os suspeitos fazem parte da facção do Comando Vermelho, acreditamos que o homicídio seja motivado por uma relação de rivalidade com o grupo. Essas armas são de calibre restrito das Forças Armadas. Segundo eles, a arma foi fornecida de um outro elemento, mas não quiseram identificar quem forneceu”, relatou o tenente.
Três suspeitos do crime foram presos no Jardim Guanabara. (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Fonte:Reprodução/Mais Goiás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário