OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

TREZE SÃO PRESOS DURANTE OPERAÇÃO CONTRA O TRÁFICO DE DROGAS NA REGIÃO METROPOLITANA DE GOIÂNIA .

Treze pessoas envolvidas em tráfico de drogas foram presas, nesta quinta-feira (2), durante a Operação Strike. A ação, coordenada pela Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc) desarticulou quatro associações criminosas que traficavam em Goiânia e Região Metropolitana. A quantidade de entorpecentes apreendida não foi revelada.

Segundo o delegado Vinícius Teles, titular da Denarc, ao todo foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão e 13 de prisão preventiva. Além dessas prisões, outros três envolvidos já haviam sido detidos anteriormente. As associações eram coordenadas por Fernando Rodrigues Nogueira, de 44 anos; Marcos David de Souza, 37; William Coelho da Silva Sena, 26; e Dayvid Alemar Lopes Pereira, 29.

A os grupos comercializavam crack e cocaína em Aparecida de Goiânia, além de venderem cocaína para os estados da Bahia e Pará. Para isso, Fernando tinha apoio de outros seis indivíduos: Gilson Alves Cabral, 38; João Paulo Nunes Ferreira, 27; João Arthur Rodrigues Duarte, 29; Suzane dos Santos Oliveira, 25; Rafael Braz Pereira Melo, 27; e Naisser Klennys Borges, 24. No dia 22 de julho, Rafael e Suzane foram presos pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Aparecida de Goiânia. Eles estavam transportando cocaína em uma van de transporte clandestino com destino à Bahia. O delegado informou ainda que Naisser está foragido.

Já a associação coordenada por Marcos David distribuía drogas na capital goiana, nos setores: Jardim Goiás, Leste Universitário, Setor Eli Forte, Parque Santa Rita, Residencial Bouganville, Moinho dos Ventos, Jardim Curitiba, Jardim Liberdade e Residencial Goiânia Viva. Quatro indivíduos auxiliavam no tráfico: Geovane Gomes, 32; Henrique Carvalho dos Santos, 24; Wanderson Dias da Mata, 29; e Adones Mendes da Silva, 31.

Enquanto isso, William juntamente com seu irmão André Luís Coelho Da Silva Sena, 25, vendia drogas na área central de Aparecida de Goiânia, Abadia de Goiás e vários setores da região noroeste de Goiânia. Um de seus associados, Thiago Ferreira Meira, de 30 anos, utilizava um táxi para comercializar os entorpecentes. Ele foi preso no dia 18 de maio pela Denarc de Aparecida.

A última associação criminosa era composta por Dayvid e Meire Lucia Ribeiro Da Silva, de 34 anos. A dupla disseminava maconha, crack e cocaína na região norte de Goiânia, nos setores Balneário Meia Ponte, Urias Magalhães e Crimeia Oeste. No total, 17 pessoas estavam envolvidas nessas quatro associações. Com exceção de Meire, Naisser, João Arthur, Henrique e André, todos possuem registros criminais. O delegado informou ainda que as investigações continuam para efetuar a prisão de outros associados.

Cerca de 120 policiais civis auxiliaram na operação que contou com o apoio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (Derfrva), da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) e Grupo de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Aparecida de Goiânia.

Com informações do Mais Goiás.

Reprodução:Anápolis Notícias Urgentes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário