OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Ex-marido é preso em Salvador após matar mulher no Papilon Park, em Aparecida.

A mulher estava indo para o trabalho quando foi assassinada com cerca de quatro tiros.

Genilson Alencar Costa, de 28 anos, foi preso em Salvador (BA) depois de matar a tiros a ex-mulher, Jocileia Vieira de Almeida, de 28 anos, enquanto ela caminhava indo para o trabalho na tarde de desta terça-feira 30/10, no Papilon Park, Aparecida de Goiânia.

A Polícia Civil suspeita que o homem planejou o crime. “Ele comprou passagem de avião, alugou um carro, matou a vítima no caminho do trabalho dela, abandonou o veículo e a arma e fugiu”, detalha o delegado responsável pela investigação ao Portal Dia Online, Rogério Moreira Bicalho Filho, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Aparecida de Goiânia.

“Nós tínhamos informações de que o suspeito tinha fugido, então pedimos apoio aos colegas policiais de Salvador, que o prenderam ainda no aeroporto da capital baiana”, conta Bicalho.

A mulher foi assassinada vestida como o uniforme de um supermercado da região, em frente ao prédio da Justiça Federal, na Rua J17, no Papilon Park, em Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital.

Ex-marido aluga carro para matar vítima no Papilon Park
Leia, como é conhecida, avisou aos colegas de trabalho que estava sendo ameaçada.
Foto:reprodução.


Ela estava a poucas quadras do trabalho quando o ex-marido, em um carro Hyundai HB20 alugado, atirou pelo menos quatro vezes contra o corpo da mulher, que morreu no local. preto e foram efetuados vários disparos, alvejando Jocileia.

Ricardo Santos, proprietário do supermercado em que a Jocileia trabalhava, contou ao Portal Dia Online que ela era sua funcionária há três anos. Ele havia falado com a reportagem logo depois do crime de que suspeitava do ex-marido de Jocileia.

Segundo Ricardo, a operadora de caixa relatou no último domingo aos colegas de trabalho que vinha recebendo ameaças do ex-marido.

Ficou a cargo de Ricardo os trâmites legais para o enterro da funcionária. “Ela é do Maranhão e os familiares não têm condições de pagar para buscar o corpo dela”, conta. Ele prevê que ela chegue na cidade da família na sexta-feira para velório e sepultamento.

Fonte:Reprodução/Portal Dia On Line.
PUBLICAÇÕES PODERÃO SER ATUALIZADAS A QUALQUER MOMENTO.


BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

COMENTÁRIOS QUE NÃO TENHAM O MÍNIMO DE RESPEITO, SERÃO DELETADOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário