OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Minas Gerais:Comerciante de Pouso Alegre cria ‘Fome Zero’ para cães de rua.

Reprodução de informações e fotos de Terra do Mandu
Projeto criado por Hélio da Van em frente ao seu pet shop tem chamado a atenção em Pouso Alegre (MG).
Uma ideia simples do comerciante Hélio Carlos de Oliveira (Hélio da Van) tem garantido ração e água para cachorros de rua em Pouso Alegre, Sul de Minas. O comerciante montou uma estrutura com canos de pvc e instalou em frente ao seu pet shop. Tem o recipiente onde vai a água e o outro que coloca a ração. Hélio conta que viu projetos iguais na internet e resolveu adaptar.

O aviso na placa “Você está sendo filmado” foi colocado porque duas senhoras foram flagradas furtando ração do comedouro.
Antes, ele deixava ração na porta do local em vasilhas. Mas logo acabava. Aí percebeu que precisava fazer mais. “Começamos a perceber que, mesmo depois que a loja fechava, os cães ficavam na vitrine, tentando entrar pra se alimentar da ração que estava pra dentro da porta”. O restaurante popular, como o dono gosta de chamar, ganhou a vantagem de ficar “aberto” 24 horas.
Muitas pessoas que passam pela avenida Prefeito Olavo Gomes de Oliveira, onde fica o pet shop, aprovaram a ideia. Elas compram ração e abastecem o comedouro.
O restaurante popular para cães tem chamado a atenção na cidade e Hélio conta que tem recebido pedidos de pessoas para montar a estrutura para elas colocarem nas portas de suas lojas ou casas. “Empresas do ramo de materiais de construção, clínicas veterinárias e pessoas voluntárias na proteção animal tem pedido para eu fazer o comedouro”.
O casal Salvador Lima e Ilza Lima gostaram da ideia e já garantiram o fome zero para cachorro. “A gente colocava uma vazia de água e ração do lado de fora de nossa casa, só que conforme chovia acabava estragando”, diz Salvador. Então, ele e a esposa investiram R$100 e agora têm um igual ao do pet shop.
Cão de rua se alimenta no restaurante montado por Salvador e instalado em frente a casa dele (Foto: arquivo pessoal)

Nenhum comentário:

Postar um comentário