OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Agropecuarista acusado de matar Caillane Marinho é preso em Vianópolis pela ROTAM.

O agropecuarista Diego Henrique Lima, acusado de matar a jovem vianopolina, Caillane Raquel Marinho, no dia 8 de outubro de 2016 em uma residência na Rua Thales Pompeo de Pina, em Vianópolis, onde os dois moravam, foi preso ontem, 11, por uma equipe da Rotam.

Os policiais da Rotam vieram à nossa cidade (Vianópolis) para cumprir um mandado de prisão expedido pela comarca local, após pedido impetrado pelo Ministério Público de Goiás.
A prisão de Diego aconteceu em uma chácara nas proximidades de Vianópolis, onde ele tem uma criação de equinos.
No ato da prisão, os policiais militares encontraram no veículo de Diego, um revólver calibre 38.
Após a prisão, o acusado foi levado para a Delegacia de Polícia de Vianópolis, onde o Delegado Marcus Vinicius da Costa Júnior lavrou o auto de prisão em flagrante.
Em contato com a nossa reportagem, o Delegado confirmou à prisão de Diego Henrique Lima e disse que o mesmo foi levado para a Unidade Prisional de Vianópolis.
Marcus Vinicius da Costa Júnior informou também que a prisão foi em cumprimento a um mandado de prisão, uma vez que Diego se envolveu em um acidente de trânsito em Goiânia no ano passado, fugiu do local, sem prestar socorro a quem possa ter se acidentado.
Nossa reportagem vai buscar mais informações na data de hoje, 12, junto ao Poder Judiciário de Vianópolis.
Vamos buscar informações se Diego permanecerá preso em Vianópolis ou se será recambiado para Goiânia, onde aconteceu o citado acidente de trânsito.
O caso da morte da Caillane Raquel Marinho teve uma repercussão nacional, com diversos órgãos da imprensa realizando matérias no final de 2016 e inicio de 2017.
Após o crime, Diego evadiu-se do local e dias depois ao se apresentar ao Delegado de Vianópolis, foi preso.
No entanto, ficou cerca de 100 dias na prisão e ganhou liberdade por decisão do Tribunal de Justiça de Goiás, através de decisão unanime dos desembargadores da 1ª Câmara Criminal.
Desta maneira, ele responde ao processo em liberdade.
Fonte:Reprodução/Correspondente Vianopolino.
PUBLICAÇÕES PODERÃO SER ATUALIZADAS A QUALQUER MOMENTO.

BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

COMENTÁRIOS QUE NÃO TENHAM O MÍNIMO DE RESPEITO, SERÃO DELETADOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário