OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Polícia encontra depósito clandestino com mais de 2 mil litros de combustível, em Goiânia.

Policiais do GIRO, da Polícia Militar do Estado de Goiás, encontraram um depósito clandestino com mais de 2 mil litros de combustível, nesta quinta feira (3/10), no setor Urias Magalhães. O curioso é que o depósito fica na mesma rua que um homem usava serralheria como fábrica clandestina de armas, ele foi preso também nesta quinta-feira.

Os policiais souberam da prática ilegal através de denúncia anônima, diante disso começaram a investigar o caso. Após vários meses de investigações, os policiais do GIRO foram ao local à paisana e encontraram o combustível sendo comercializado de forma ilegal.

Foram encontrados cerca de 93 galões, com capacidade para 30 litros cada, totalizando mais de 2 mil litros de combustível no depósito clandestino. No momento em que estavam no local, um homem, que é motorista de aplicativo, chegou para comprar o combustível. Diante disso, foi dada voz de prisão a ele e ao “comerciante”.

Ainda não há informações concretas sobre a origem do combustível, mas acredita-se que pode ter sido roubado. Entretanto, o caso segue sendo investigado para apurar as reais circunstâncias e identificar outros envolvidos.

OUTRO CASO

Um homem foi preso na noite da última quarta-feira (2/10) no Setor Urias Magalhães, em Goiânia, após se flagrado em posse de uma arma de fogo artesanal fabricada em uma espécie de fábrica clandestina de armas, improvisada em uma serralheria de propriedade do suspeito. Com ele, a polícia encontrou vários artefatos usados na fabricação das armas.

De acordo com informações da Polícia Militar e Civil, Warley Denis Campos, de 32 anos, o flagrante foi feito na quarta-feira por volta das 20h, na Rua do Prata, no Setor Urias Magalhães. No local, ao lado da residência de Warley, funcionava uma serralheria que na verdade servia como fábrica clandestina de armas.

Questionado pelos policiais, Warley confessou que vendia peças de calibre .357 e ainda que consertava armas como de calibre .45 para presidiários.

Via: TV Anhanguera

Fonte:Reprodução/Anápolis Notícias Urgentes.

Curta e siga a página do Blog Olhar Cidadão Silvaniense, no Facebook, e também fique atualizado com as lives (vídeos ao vivo) que poderão ser produzidos e visualizados a qualquer momento.

PUBLICAÇÕES PODERÃO SER ATUALIZADAS A QUALQUER MOMENTO.


BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

COMENTÁRIOS QUE NÃO TENHAM O MÍNIMO DE RESPEITO, SERÃO DELETADOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário