OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Indivíduo preso e recolhido a Unidade Prisional de Silvânia, após retirar chave da motocicleta de ex-companheira enquanto esta trabalhava como servente de pedreiro e ter jogado em represa no Bairro Santo Antônio, em Silvânia, nesta quarta-feira, 17/06/2020, tendo histórico de ofensas e ameaças de morte contra a vítima.

Policiais Militares lotados na Companhia Independente de Polícia Militar de Silvânia, foram acionados às 16h 24min, desta quarta-feira, 17/06/2020, para darem atendimento a uma ocorrência de agressão mútua entre idosos e se deslocaram até a uma residência localizada no Bairro Pedrinhas,  próximo a represa do lago do Bairro Santo Antônio, em Silvânia.

Ao chegar no local, a equipe constatou que  não havia nenhuma briga, sendo que na verdade, a vítima do sexo feminino estava trabalhando como servente de pedreiro em uma obra no Bairro Pedrinhas,  localizada próximo a represa do lago Santo Antônio, juntamente com outra pessoa, quando seu ex-companheiro, de quem está separada a cerca de oito meses, quando o autor (seu ex-companheiro) passou a pé, retirou a chave da motocicleta da vítima (sua ex-companheira) da ignição acenou para o colega de trabalho da vítima para que ficasse em silêncio, em seguida, e teria jogado no leito do lago.

A equipe se deparou com a vítima, o autor e um filho do autor,  próximo a represa.A vítima relatou aos Policiais que o autor havia jogado a chave da motocicleta na represa, este negou.A vítima relatou ainda que o autor a ofende e a ameaça de morte constantemente.

Diante dos fatos, autor, vítima e testemunha foram encaminhados para a Central de Flagrantes em Anápolis e apresentados ao Delegado Plantonista Dr. Leonardo Barbosa Sanches, sendo autuado em flagrante delito com base no Artigo 147, caput do Código Penal Brasileiro (crime de ameaça), c/c o Artigo 5°(configura violência doméstica e familiar contra a mulher qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial: ), inciso III (em qualquer relação íntima de afeto, na qual o agressor conviva ou tenha convivido com a ofendida, independentemente de coabitação.), da Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha).

Foi arbitrada fiança no valor de R$ 2.000,00 (dois mil reais) que não foi paga, com isso, o autor foi conduzido a Unidade Prisional de Silvânia, onde encontra-se, recolhido, e a disposição das autoridades judiciárias da Comarca de Silvânia.

Curta e siga a página do Blog Olhar Cidadão Silvaniense, no Facebook, e também fique atualizado com as lives (vídeos ao vivo) que poderão ser produzidos e visualizados a qualquer momento.

PRIMEIRO, VOCÊ VÊ AQUI!
Depois, vão reproduzir por aí, sem citar a fonte das informações.

PUBLICAÇÕES PODERÃO SER ATUALIZADAS A QUALQUER MOMENTO.

BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

REPRODUÇÕES SÃO AUTORIZADAS DESDE QUE A FONTE DAS INFORMAÇÕES SEJA DIVULGADA.

NOSSAS PUBLICAÇÕES VEM SENDO REPRODUZIDAS SEM QUE SE TENHA O CARÁTER E O PROFISSIONALISMO DE CITAR A FONTE:
BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE.

COMENTÁRIOS QUE NÃO TENHAM O MÍNIMO DE RESPEITO, SERÃO DELETADOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário