OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

domingo, 24 de março de 2019

"Matou alguém? Se tem 12, 13, 14 anos, vai cumprir a pena como se tivesse 20, 30", diz Mourão em Porto Alegre.

General Hamilton Mourão em evento no Teatro do Sesi, na Fiergs, em Porto Alegre
Presidente da República em exercício participou de painel sobre segurança pública na tarde desta sexta-feira no Teatro do Sesi

Em painel sobre a segurança pública na tarde desta sexta-feira (22), em Porto Alegre, o presidente da República em exercício, general Hamilton Mourão, defendeu a redução da maioridade penal, fez críticas à progressão de pena e disse que "presídio não pode ser local de recreação". Diante de um público formado em sua maioria por admiradores, amigos e colegas do Exército, Mourão disse estar feliz por voltar ao Rio Grande do Sul, foi aplaudido e até brincou com conhecidos na plateia.

Organizado pelo gabinete do deputado estadual tenente-coronel Luciano Zucco (PSL), o evento também teve a participação do secretário nacional de Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, e do vice-governador e secretário de Segurança Pública do Estado, Ranolfo Vieira Júnior.

Antes de Mourão falar, Theophilo deu a tônica do que pensa o atual governo sobre o sistema prisional, sob o olhar de aprovação do presidente em exercício. O general, que concorreu ao governo do Ceará pelo PSDB nas últimas eleições (e perdeu), destacou a necessidade de "colocar preso para cantar o hino, para fazer faxina, para trabalhar". Citou um exemplo do Estado natal, onde, segundo ele, existem o "dia do presidiário" e a "noite do amor", com visitas íntimas liberadas, onde "ninguém é de ninguém". Arrancou gargalhadas e aplausos do público.
— Preso não tem de estar em motel. Preso tem de estar preso — disse o Theophilo.
Convidado a falar pelo deputado Zucco, Mourão fez graça, dizendo que "o Guilherme já disse tudo". O braço direito de Jair Bolsonaro afirmou, então, que "a cadeia não pode ser local de férias para quem comete crime":
— Numa sociedade de massa, só tem uma coisa que coíbe a anarquia: é o primado da lei. Isso a gente aprende desde cedo em casa, quando a gente faz algo errado e o pai e a mãe botam de castigo. O presídio não pode ser local de recreação. Tem de haver disciplina lá dentro.
Sobre a discussão em torno da redução da maioridade penal, Mourão disse estar "100% alinhado" com Bolsonaro.
— Fica-se muito na discussão da questão dos direitos humanos. O que vejo é que os adolescentes de hoje têm muito mais informação do que os adolescentes do meu tempo. Eles sabem muito bem o que estão fazendo. Temos de lidar sem preconceitos com a questão da maioridade penal. Matou alguém? Se tem 12, 13, 14 anos, vai cumprir a pena como se tivesse 20, 30, 40 — concluiu.
Para o presidente em exercício, "progressão de pena é prêmio":
— O cara matou uma pessoa e pouco depois já está nas ruas. A progressão é muito benéfica para quem comete crimes hediondos. Essa é a posição do presidente Bolsonaro e do ministro Sergio Moro — ressaltou.
Mourão também discorreu sobre a necessidade de investir em tecnologia e a importância de pressionar países vizinhos para reforçar a segurança nas fronteiras:
— Não adianta só fazer o trabalho do lado de cá. O lado de lá tem de fazer a sua parte.
Ao final do evento, o convidado ainda comentou o massacre de Suzano. Para Mourão, esse tipo de crime "tem de ser muito bem estudado". 
— Brincadeira em colégio sempre houve e nunca ninguém saiu dando tiros em ninguém. Então o que foi que houve com os nossos jovens? — questionou.
Pela manhã, o presidente em exercíciovisitou o governador Eduardo Leite no Palácio Piratini, onde deixou claro que compreende a difícil situação financeira do Estado e afirmou que a União deve ajudar. Mourão também prometeu apoio a pautas reivindicadas por Leite, como a adesão ao regime de recuperação fiscal, a manutenção da Força Nacional no Rio Grande do Sul, a reestruturação do sistema penitenciário e a duplicação da BR-116
Na manhã deste sábado (23), Mourão prestigiará a solenidade aniversário de Colégio Militar de Porto Alegre. A instituição onde ele estudou completa 107 anos.

Fonte:Reprodução parcial/GAÚCHAZH

Curta e siga a página do Blog Olhar Cidadão Silvaniense, no Facebook, e também fique atualizado com as lives (vídeos ao vivo) que poderão ser produzidos e visualizados a qualquer momento.

PUBLICAÇÕES PODERÃO SER ATUALIZADAS A QUALQUER MOMENTO.

BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

COMENTÁRIOS QUE NÃO TENHAM O MÍNIMO DE RESPEITO, SERÃO DELETADOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário