OBTENHA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O QUE OS MELHORES COMÉRCIOS E PRESTADORES DE SERVIÇOS DE SILVÂNIA E REGIÃO, TEM PARA LHE OFERECER, CLICANDO SOBRE OS ESPAÇOS DE PUBLICIDADE ABAIXO:

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Polícia Militar foi acionada no último sábado, 20/10/2018, para averiguar denúncia de crime ambiental de desmatamento em área de propriedade do Aprendizado Marista Padre Lancisio, localizada à margem esquerda da Rodovia GO-010, sentido Goiânia/Silvânia.Recentemente Ministério Público, interveio em outra situação ocorrida em área da instituição, localizada nas proximidades da Estação Ferroviária Caturama.

Policiais Militares lotados na 47ª CIPM, de Silvânia, na viatura 9888, em equipe composta pelo Soldado S. Barbosa e Soldado Aline, foram acionados às 09h 36 min, do último sábado, 20/10/2018, e se deslocaram até a altura do km-69, da Rodovia Senador José Caixeta do Nascimento (GO-010), (para quem chega de Goiânia, um pouco antes do Trevo de Silvânia, a esquerda) em uma das áreas de propriedade do Aprendizado Marista Padre Lancisio, após receberem
solicitação de uma pessoa que pertence ao grupo Guardiões do Cerrado, informando que um indivíduo a mando do Irmão Vicente, com uma retroescavadeira, estaria arrancando vários pés de Pequi, espécie esta, proibida por Lei, de ser arrancada.


No local, a equipe identificou o operador da máquina, que informou "estar apenas cumprindo ordens".

Diante da denúncia, a equipe realizou uma varredura no local, não sendo identificado nenhum pé de Pequi, arrancado, porém, registrou os fatos no Registro de Atendimento Integrado, juntamente com fotos do local, para eventual perícia técnica do IBAMA, uma vez que somente o órgão público federal, pode dar um parecer exato sobre a existência do crime.

Nota do Blog Olhar Cidadão Silvaniense:Nossa reportagem recebeu de um interleitor (que pediu que sua identidade não fosse divulgada) fotos (que ilustram essa publicação) que mostram o início do desmatamento do local na sexta-feira, 19, e posteriormente fotos captadas no sábado, após a intervenção da Polícia Militar.Nas imagens é possível ver que no local, existiam um grande aglomerado de árvores que foram derrubadas, até que houvesse a intervenção da Polícia Militar, após solicitação do referido membro do Guardiões do Cerrado.

Recentemente, o Ministério Público da Comarca de Silvânia, interveio em outra situação onde uma cava construída para possibilitar que composições do trem, no passado, chegassem a uma cisterna construída no terreno que atualmente pertence ao Aprendizado Marista Padre Lancisio, época da edificação da rede ferroviária, bem como, da construção da Estação Caturama, cisterna essa, calçada com grandes tijolos e com escada de ferro, ainda com água potável.A referida cava, localizada nas proximidades da estação ferroviária, atualmente envolta por grandes árvores e muita vegetação estava recebendo entulhos de origem do Aprendizado Marista Padre Lancisio, e em breve, a referida cisterna seria coberta e com o passar do tempo, a referida cava, seria toda entupida.
Após a intervenção do Ministério Público, o entulho que vinha sendo depositado, foi retirado do local.

Situações preocupantes uma vez que a instituição ostenta o título de primeira escola ambiental do Estado de Goiás.
Confira publicação do MEC, sobre o título da escola, clicando sobre o link:http://portaldoprofessor.mec.gov.br/conteudoJornal.html?idConteudo=482

PRIMEIRO, VOCÊ VÊ AQUI!
Depois...

PUBLICAÇÕES PODERÃO SER ATUALIZADAS A QUALQUER MOMENTO.

BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE, REFERÊNCIA EM INFORMAÇÃO, INDISCUTIVELMENTE, VOCÊ BEM INFORMADO!

REPRODUÇÕES SÃO AUTORIZADAS DESDE QUE A FONTE DAS INFORMAÇÕES SEJA DIVULGADA.

NOSSAS PUBLICAÇÕES VEM SENDO REPRODUZIDAS SEM QUE SE TENHA O CARÁTER E O PROFISSIONALISMO DE CITAR A FONTE:
BLOG OLHAR CIDADÃO SILVANIENSE.


COMENTÁRIOS QUE NÃO TENHAM O MÍNIMO DE RESPEITO, SERÃO DELETADOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário